8 de janeiro - 2020

Letramento e alfabetização: Entenda as diferenças

O processo de inserção da criança no mundo da leitura e da escrita é muito importante. Ele marca a criança por toda vida, afinal, saber se comunicar por meio da língua escrita é fundamental para viver em sociedade, seja ela qual for. Por isso, é muito comum ver os pais e os professores em dúvida sobre qual é a melhor forma de iniciar a criança no mundo da leitura e da escrita e, principalmente, sobre qual é a hora certa para dar início a esta jornada. 

Além disso, é bastante comum ver educadores e pais entendendo os conceitos de letramento e alfabetização como conceitos homogêneos, mas na verdade, eles têm diferenças significativas e importantes. Uma criança alfabetizada não é necessariamente uma criança letrada, e vice versa. 

Quais são as diferenças entre letramento e alfabetização ?

A alfabetização é o processo onde a criança aprende a decodificar os elementos que compõem a escrita. Esta decodificação passa pela memorização do alfabeto, reconhecimento das letras e ligação entre sílabas. Mas o que muitas pessoas não sabem é que esta alfabetização por si só, não prepara o indivíduo para o mundo letrado. 

O letramento é um pouco mais profundo do que a alfabetização. Ele corresponde à interpretação e o domínio da língua e, não apenas à decodificação dela. Quando o aluno é capaz de entender um texto, interpretar uma história, falar com clareza e se expressar de forma eficaz por meio das palavras empregadas por ele, torna-se então indivíduo letrado. 

Letramento: Como avaliar o desenvolvimento dos alunos ao longo dos anos

Uma pessoa que sabe ler e escrever, é alfabetizada. Já uma pessoa letrada sabe usar a leitura e a escrita de acordo com as demandas sociais. O letramento torna o indivíduo apto a organizar discursos, interpretar e compreender textos e a refletir sobre eles. Já a alfabetização deixa o indivíduo apto a desenvolver os mais diversos métodos de aprendizado da língua.

Alfabetização e Letramento: Conheça os principais métodos e saiba como aplicá-los!

Saiba as principais diferenças entre letramento e alfabetização:

  • Qualidade de domínio sobre a leitura e escrita
  • Frequência do uso da leitura e escrita no cotidiano
  • Capacitação para lidar com as demandas sociais
  • Capacidade de interpretação

Saiba mais sobre as diferenças entre letramento e alfabetização neste vídeo!

Como transformar um aluno alfabetizado em letrado

A aprendizagem da escrita deve ser iniciada antes que a criança frequente a escola. A criança precisa ser inserida no mundo letrado de uma forma sutil e orgânica. Não é atoa que o letramento se desenvolve de 3 formas simultâneas:

  • Por meio da Psicogenética
  • Desenvolvendo a consciencia fonológica
  • Promovendo o conhecimento das letras

Além disso, é necessário inserir a criança no meio letrado de diversas formas, antes que ela aprenda efetivamente a ler e a escrever. O intuito disso é tornar a leitura e a escrita uma consequência de atividades que são promovidas pelos pais e pela pré-escola. Assim, a criança terá um relacionamento e uma afinidade maior com o mundo da escrita e da leitura e, assim,  reconhecerá as palavras por meio destas ações lúdicas do dia a dia.

Alfabetização e letramento: Saiba como desenvolver de forma lúdica!

Por isso, não adianta alfabetizar e fazer com que a criança aprenda sem que este hábito faça parte de seu cotidiano. Decorar algumas palavras não é saber ler e escrever, assim como, não adianta que a criança conheça a letra apenas como um desenho. Ela precisa conhecê-la como um som que, consequentemente, forma uma palavra, uma frase e um texto. 

Existem 7 fases que a criança deve passar até estar apta a ler e escrever:

  • Icônica
  • Garatuja
  • Pré-silábica
  • Silábica sem valor sonoro
  • Silábica alfabética
  • Alfabética
  • Ortográfica

As crianças têm muito tempo para serem alfabetizadas. O importante é que elas estejam com o cérebro preparado para aprender a decodificar. Por isso, dê oportunidades para que a criança desenvolva cada uma dessas etapas. 

Cada uma delas é importante e colabora no desenvolvimento eficaz da alfabetização. Quando pulamos as etapas e iniciamos a criança de uma forma brusca no processo de alfabetização, ela se torna um indivíduo capaz de ler e escrever, mas não se torna alguém preparado para desenvolver-se socialmente por meio desses conhecimentos. 

Ajude a criança alfabetizada a ser um indivíduo letrado:

  • Usando recursos que façam parte do cotidiano delas
  • Dando o exemplo lendo para ela e interpretando as histórias lidas
  • Promovendo o contato da criança com a musicalidade
  • Mostrando-se disponível para ajudar nas dificuldades de aprendizado
  • Entendendo que cada criança é uma, e cada uma tem seu próprio tempo

Apesar de complexo, identificar as diferenças entre letramento e alfabetização é muito importante para um educador. Estas diferenças são bastante claras e evidentes e, elas afetam diretamente o dia a dia dos alunos e também no desenvolvimento de cada um deles.

Projeto de letramento superautor

Você já ouviu falar sobre o projeto que transforma alunos em autores? O SuperAutor é uma ótima ferramenta para quem quer incentivar a leitura e a escrita nas crianças. Para as crianças que estão em processo de letramento, ele ajuda no desenvolvimento da alfabetização e incentiva o interesse pela leitura. Para as que já passaram dessa fase, o projeto auxilia no desenvolvimento da criatividade e da escrita e também promove um interesse maior pelo universo dos livros. 

Além disso, ele pode ser realizado de duas formas:

1- Na escola, ainda que de forma remota, com a ajuda dos professores

2- Em casa, com a ajuda dos pais e responsáveis

Na escola, o projeto pode ser utilizá-lo como complemento para as disciplinas escolares. Imagina os alunos escrevendo livros sobre temas relacionados à ciência, história, ou artes… Incrível, não é mesmo? E o resultado do projeto é visto no Super Evento de Autógrafos, realizado pela escola para que os alunos possam autografar os livros e receber o carinho e o prestígio da família!

Em casa, o Projeto SuperAutor ajuda as famílias que querem promover a literacia familiar de forma independente da escola. Saiba mais sobre o Projeto de incentivo à leitura que pode ser feito em casa e na escola!

E aí, gostou da ideia? Se você é pai ou responsável e quer ter um projeto de letramento em casa, sem o intermédio da escola, clique aqui!

Mas se você é professor ou coordenador e quer levar o projeto para sua escola, clique em experimente na sua escola e saiba mais sobre o SuperAutor!

E aí, gostou deste artigo? Compartilhe com algum amigo educador!

Por: Amanda Guimarães

Comentários

  1. Meu vasto agradecimento desta aula tão relevante, como um aluno de pedagogia, este pra mim foi enriquecedor, principalmente em um momento tão tão difícil, tão trabalhoso, mas quando encontramos um caminho como faro; nos deixa consolado e esperançoso.

    Obrigado e aquele abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Quer ficar por dentro do nosso conteúdo?

Preencha os campos ao lado e assine a nossa newsletter



    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.