22 de fevereiro - 2021

Saiba o que sua escola precisa para se adequar à volta às aulas 2021

A pandemia ainda não acabou, mas em muitos países as atividades de diversos setores da sociedade começaram uma retomada gradativa. As escolas não ficaram de fora dessa. No Brasil, o ano letivo de 2021 já vai começar em muitos estados e municípios, e essa decisão divide opiniões. Pais e educadores estão diante de uma situação delicada, afinal, a saúde dos alunos é muito importante e demanda muita preocupação. 

Por enquanto, ainda não se tem uma uniformidade neste retorno. Muitas escolas optaram por manter o ensino exclusivamente remoto, outras decidiram voltar com as aulas presenciais e grande parte das escolas irão se adaptar ao modelo de ensino híbrido, ou seja, semipresencial. As redes de ensino terão autonomia para escolherem o modelo que irão adotar neste ano. 

Modelo Híbrido de Ensino: Desafios e regras no retorno às aulas presenciais

Por este motivo, a volta às aulas 2021 conta com uma série de especificações que buscam garantir uma maior segurança dentro e fora da sala de aula na escola. As instituições, sejam elas públicas ou privadas, deverão acatar às novas regras e recomendações, que são muitas. 

Para que tudo ocorra da melhor forma possível, é necessário um planejamento maior a respeito deste retorno, levando em consideração:

  • Uso de máscara e álcool 
  • Acolhimento emocional
  • Distanciamento social
  • Limpeza e monitoramento no ambiente escolar
  • Termo de consentimento dos responsáveis
  • Materiais escolares divididos em kits individuais

Como os estados e municípios estão organizando a volta às aulas?

A retomada do ensino presencial deve ser muito cuidadosa, afinal, essa é uma experiência nova para todos nós. Por isso, um dos pontos principais do plano de volta às aulas será o monitoramento dos indicadores epidemiológicos de evolução da pandemia. Ou seja, as escolas deverão ficar em alerta caso os números de mortes e infectados aumentem. 

Além disso, é importante acompanhar os estudos a respeito da infecção em crianças e adolescentes. Esta é uma doença muito imprevisível, então pode mudar a todo momento, podendo se tornar mais perigosa neste grupo etário. Caso a volta às aulas tenha algum impacto no aumento de casos, o plano de retomada terá que ser reavaliado. Já na educação básica, a retomada será gradual na maioria dos estados.

Alfabetização e letramento: 3 dicas para retomar de forma presencial pós covid!

Todas as atividades serão retomadas nas escolas? 

Por enquanto, não poderão ser realizadas atividades que possam gerar aglomerações nas unidades de ensino. Além disso, alunos que integram o grupo de risco deverão continuar com as atividades remotas. Isso é essencial para garantir a segurança dos alunos.

É muito importante que as escolas de todas as redes busquem estar por dentro do que propõe o Sistema de Monitoramento da Secretaria da Educação. Isso é essencial para que a escola esteja dentro das regras e tenha uma volta às aulas mais segura e responsável. 

Para te ajudar a organizar a volta às aulas 2021, separamos 5 fatores essenciais para sua escola ter sucesso neste processo!

1- Promova ações de formação quanto aos protocolos sanitários de retorno

Sua equipe pedagógica precisa de preparo para lidar com as novas questões que envolvem a volta às aulas. Por isso, promova ações de formação a respeito dos protocolos a serem seguidos. Você pode convidar especialistas para dar palestras na sua unidade de ensino, fazer treinamentos práticos, etc. 

Além disso, é importante promover essas ações com os pais e responsáveis também. Isso ajudará muito a criar uma maior conscientização para a comunidade escolar como um todo. 

2- Capacite sua equipe profissional para o modelo de ensino híbrido na volta às aulas

Não será nada fácil retomar o ensino, afinal, a missão de muitas escolas será recuperar o ano letivo de 2020 e ensinar conteúdos de 2021 ao mesmo tempo. Serão 2 anos em 1 e, para isso, as escolas precisarão oferecer um suporte adequado aos educadores. 

Dessa forma, é essencial que os professores recebam capacitação profissional e tenham acesso a cursos, palestras e workshops sobre como colocar em prática o modelo de ensino híbrido. Assim, a volta às aulas será muito mais assertiva e trará bons resultados para alunos e professores.

3- Ofereça acolhimento socioemocional aos profissionais da educação

O acolhimento socioemocional é muito importante na volta às aulas. O ano de 2020 foi muito estressante e desgastante. Os professores precisaram se reinventar e segurar as pontas para garantir uma educação melhor para os alunos que estavam estudando de forma remota. 

Quando os professores estão bem, tudo flui muito melhor em sala de aula. Os professores são um pilar essencial para os alunos e, com o acompanhamento socioemocional oferecido pela escola, eles poderão dar um melhor suporte aos alunos e ajudá-los da melhor maneira possível. 

4- A adoção de medidas sanitárias

Esse é um passo quase óbvio, mas, ao mesmo tempo, pode ser complexo. São muitas as medidas sanitárias exigidas para uma volta às aulas com segurança, por isso, a escola precisa capacitar e treinar suas equipes de apoio e limpeza. Em alguns casos, é interessante trazer uma equipe especializada para realizar esta função. O importante é garantir que tudo está sendo seguido direito.

Na volta às aulas, é importante se atentar à: 

  • Ventilação adequada das salas de aula
  • Organização da entrada e da saída
  • Aferição de temperatura na entrada
  • Realização de intervalos e recreios escalonados
  • Limpeza frequente dos ambientes 

4 dicas essenciais para sua gestão escolar no modelo híbrido de ensino

5- Investir em materiais para o seguimento dos protocolos sanitários na volta às aulas

Não adianta colocar a equipe para seguir protocolos sem que a escola tenha um suporte para isso. Os materiais necessários precisam estar à disposição de toda a equipe, afinal, oferecer as condições adequadas para a realização do trabalho se tornou ainda mais importante no contexto em que estamos presenciando. 

Por isso, é importante que a escola invista em:

  • Máscaras de tecido ou descartáveis
  • Protetor facial de acrílico para os alunos e para funcionários
  • Termômetros a laser
  • Álcool em gel e álcool 70
  • Sabonete líquido e Papel toalha
  • Copos e talheres descartáveis

Este artigo te ajudou? Compartilhe com um amigo educador para ajudá-lo também!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Quer ficar por dentro do nosso conteúdo?

Preencha os campos ao lado e assine a nossa newsletter



    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.