5 de maio - 2020

3 atividades para pré-escola que ajudam a desenvolver o raciocínio lógico

A pré-escola é uma fase muito importante para todo o processo educacional. Ela prepara o indivíduo por meio de jogos e atividades para pré-escola lúdicas e artísticas, para que a transição seja mais tranquila quando a criança for iniciada na escola regular. Mas esta fase escolar divide muitas opiniões e gera muitas dúvidas, por isso, temos diversos artigos abordando este tema por aqui. 

No Brasil existe uma lei que determina que as crianças sejam matriculadas na escola quando completam 4 anos de idade, mas em muitas instituições de ensino, crianças menores de 4 anos já podem aprender a conviver em grupos e desenvolver habilidades não só sociais, mas também motoras e cognitivas, por meio das atividades para pré-escola. Muitos pais e educadores se questionam sobre como isso pode ocorrer sem que a criança perca a fase da brincadeira e antecipe etapas de maneira prejudicial a ela. 

Na verdade, o que acontece na pré-escola é a estimulação e a introdução de conteúdos e atividades que possam ajudar a criança a estar mais familiarizada quando for o momento certo de aprender tais habilidades. Isso ocorre sem que a criança seja hiperestimulada ou sobrecarregada. Tudo é passado de forma simples e lúdica, sendo introduzido por meio de situações do próprio cotidiano da criança.

A pré-escola traz muitos benefícios para os alunos

  • Aumenta a qualidade de vida
  • Cria uma maior capacidade para resolução de problemas
  • Aumenta da criatividade
  • Promove a sociabilidade
  • Melhora da capacidade motora

Porque trabalhar o raciocínio lógico nas atividades para pré-escola?

O raciocínio lógico é uma habilidade bastante estimada no meio educacional. Ele não só contribui para a melhora do desempenho escolar nas disciplinas que envolvem números, mas também contribui em todas as demais áreas do conhecimento. Memorizar informações, estabelecer comparações e conexões, além de desenvolver certa capacidade de organização com rapidez e eficiência, caracterizam o raciocínio lógico.

Ou seja, ele abrange diversas outras habilidades necessárias na vida cotidiana e, além de tudo, o pensamento abstrato. Quando uma criança ainda não frequenta a escola, ela ainda não possui um repertório de conhecimentos que possibilite o pensamento abstrato. Mas do que se trata esse pensamento abstrato e como promovê-lo?

Como as crianças na pré-escola ainda estão conhecendo os números e letras, lidar com padrões de contagem e sequência não convencionais pode promover o raciocínio lógico de uma forma divertida. Nesta fase, professores e pais podem, por exemplo, incentivar a criança a calcular a sua altura com uma pilha de livros, isso faz com que a criança estabeleça conexões e comparações e, com isso, tenha uma raciocínio lógico. 

Dicas para desenvolver um raciocínio lógico

  • Promova bastante contato da criança com papel e caneta
  • Não faça as mesmas atividades escolares todos os dias
  • Mude de rotina sempre que possível
  • Crie desafios durante as aulas para que elas solucionem

Para te ajudar ainda mais nessa missão, separamos 3 atividades que te ajudarão no desenvolvimento do raciocínio lógico na pré-escola!

1- Atividades para pré-escola com blocos ou lego

Nas atividades com blocos, o pensamento abstrato é muito explorado. A experiência de montar diferentes coisas, a partir de pequenos objetos, abre um mar de possibilidades. Estas atividades ajudam muito a desenvolver não só o raciocínio lógico, mas também a imaginação. 

O desafio de criar algo encaixando as peças é muito legal para as crianças que estão na fase pré-escolar e, além disso, a escolha organizacional da criança mostrará como ela tem evoluído no desenvolvimento lógico. Outro benefício interessante é que a criança poderá desenvolver um senso de identificação de padrões de cores, formas e tamanhos por meio desta atividade para pré-escola.

2- Atividades com mímica

A criatividade e a observação é essencial dentro dessa atividade, afinal, as crianças precisam entender uma mensagem sem que ouçam nenhum som. O ideal é que o professor seja a pessoa que encena e as crianças sejam aquelas que irão tentar desvendar o que está sendo encenado. A concentração também é muito trabalhada dentro dessa atividade e a lógica infantil pode ser estimulada de diversas maneiras.

3. Atividades para pré-escola práticas do cotidiano

Muitas pessoas não imaginam, mas as atividades domésticas contribuem de forma natural para o desenvolvimento do raciocínio lógico. A classificação e a ordenação fazem parte das tarefas que acontecem dentro de uma casa e as crianças podem começar a aprender e contribuir neste espaço desde muito cedo. 

É importante lembrar que nenhuma dessas atividades deve sobrecarregar ou gerar malefícios à criança, nem físico e nem psicológico. A ideia é que ela se sinta útil, autônoma e parte do espaço em que habita. 

Por isso, incentive a criança a realizar atividades como por exemplo, guardar seus próprios brinquedos em seus devidos lugares e ajudar a colocar os pratos na mesa para uma refeição ou até mesmo organizar uma prateleira de livros da escola junto com os professores. São essas ações simples do dia a dia que podem ser consideradas atividades que estimulam o raciocínio das crianças. 

E aí, gostou desse artigo? Como você tem desenvolvido o raciocínio lógico na sua turma de pré-escola?

Por: Amanda Guimarães