18 de janeiro - 2021

Saiba o que é escrita espontânea e como promovê-la

A escrita espontânea diz muito sobre o processo de alfabetização e letramento. Logo nos primeiros passos da alfabetização, a criança tem maior liberdade para fazer tentativas despretensiosas, sem medo de errar. Isso possibilita a escrita espontânea, ou seja, uma escrita livre, sem finalidades específicas.

Isso não quer dizer que a escrita espontânea não tenha um objetivo pedagógico, pelo contrário, por meio dela a criança é capaz de alcançar muitos objetivos de aprendizagem. Tudo o que a criança escreve enquanto está no processo de aprendizagem do código linguístico faz parte desta escrita espontânea. 

Escrita: Saiba como melhorar a habilidade de comunicação das crianças

O processo de alfabetização infantil passa por algumas etapas:

  • 1ª Etapa: Produção de signos
  • 2ª Etapa: Produção de grafias
  • 3ª Etapa: Pré-silábica
  • 4ª Etapa: Silábica

É essencial que a escrita esteja presente na vida da criança antes mesmo que ela aprenda a escrever efetivamente. Quando a criança tem um contato prazeroso com o mundo letrado, tudo flui muito melhor na alfabetização, possibilitando uma escrita espontânea.

A escrita espontânea ajuda a criança a:

  • Refletir sobre os conhecimentos adquiridos
  • Observar as características gráficas das letras do alfabeto
  • Estabelecer conexões entre os grafemas e fonemas das palavras

Como os professores podem promover a escrita espontânea na escola?

Nesta fase da alfabetização e do letramento, as crianças estão muito abertas para novas ideias e aprendizados, por isso, incentivar a troca de informações entre elas é fundamental. Em sala de aula os alunos podem experimentar isso de forma prática, afinal, todos os colegas de classe estão aprendendo juntos. Assim, a reflexão sobre o sistema de escrita se torna um desafio prazeroso.

Escrita: Como usá-la para desenvolver habilidades socioemocionais

Dessa forma, o professor pode ajudar a estimular a escrita espontânea de algumas formas:

  1. Encorajando os alunos a compartilharem seus textos com os colegas
  2. Incentivando debates e indagando as crianças sobre o que elas escreveram
  3. Criando métodos para que a criança avalie seu próprio progresso

Um ponto muito importante a ser ressaltado é que as atividades de escrita espontânea não podem ser dirigidas pelo professor. A melhor maneira de colocá-las em prática é deixando a criança escolher como vai conduzir a própria atividade. Deixe este espaço no plano de aula para que ela tenha uma experiência diferente com o aprendizado.

A escrita espontânea é uma proposta pedagógica que está de acordo com a BNCC. Confira algumas atividades de escrita que podem ser trabalhadas na pré-escola!

Saiba como promover a escrita espontânea na escola!

Uma ótima forma de incentivar a escrita espontânea é encaixar o projeto de letramento no seu plano de aula. Existem projetos que incentivam o interesse pela leitura e ajudam os alunos a ter experiências próprias de uma só vez. Um deles é o projeto SuperAutor, um projeto de letramento que transforma os alunos em autores de suas histórias. 

Para os estudantes que estão em processo de letramento, ele ajuda no desenvolvimento da alfabetização e incentiva o interesse pela leitura. O resultado do projeto é visto no Super Evento de Autógrafos, realizado pela escola para que os alunos possam autografar os livros e receber o carinho e o prestígio da família!

Incentive a escrita espontânea nas suas aulas também! Compartilhe este conteúdo com sua equipe pedagógica!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Quer ficar por dentro do nosso conteúdo?

Preencha os campos ao lado e assine a nossa newsletter



    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.