22 de março - 2021

Fases do desenvolvimento infantil: Como o ensino remoto influencia neste processo?

A rotina escolar contribui bastante para o desenvolvimento infantil. É na escola que a criança começa a ter seus primeiros contatos com outras realidades, responsabilidades e atividades voltadas para o seu aprendizado. Mas o desenvolvimento infantil não se dá apenas na rotina e nas atividades realizadas. 

O convívio social é um enorme possibilitador do desenvolvimento infantil na escola. O contato com outras crianças diariamente promove uma troca muito rica de experiências, que promove o desenvolvimento. Durante a pandemia do covid 19, muitas crianças tiveram este processo interrompido e, precisaram começar a lidar com uma nova realidade. 

A adaptação ao ensino remoto não foi fácil para alunos, pais e professores, mas diante de tudo isso, os profissionais da educação puderam se reestruturar e criar novas possibilidades no EAD. Além disso, a reflexão sobre o momento em que estamos vivendo é muito importante para a busca de melhorias, dentro das possibilidades existentes.

O desenvolvimento infantil passa por algumas etapas principais:

  • Primeira Etapa: Sensório-Motor
  • Segunda Etapa: Pré-operatório
  • Terceira etapa: Operatório Completo
  • Quarta etapa: Operatório Formal

As fases do desenvolvimento infantil são muito marcantes e importantes para a criança. Essas etapas precisam ser respeitadas e desenvolvidas, seja no ensino remoto ou presencial. Por isso, os pais e responsáveis devem conhecer cada uma delas para que possam torná-las ainda mais potentes e proveitosas no que diz respeito ao ensino.

Desenvolvimento Infantil: Impactos negativos da quebra da rotina escolar

A realidade é que a pandemia impactou bastante o desenvolvimento infantil no que diz respeito ao desenvolvimento escolar. Isso porque houveram muitas adaptações ao mesmo tempo. Pais se adaptando ao trabalho em modelo home office, ou até mesmo lidando com o desemprego, escolas sem saber como lidar com o novo normal e professores precisando se adaptar às aulas online e buscando formas de não perder a qualidade do ensino. 

Em meio a tudo isso, estavam as crianças em suas fases de desenvolvimento, sem muita ideia do que estaria por vir. É claro que não existem culpados, todos buscaram lidar com a situação da melhor forma possível. Mas os impactos negativos relacionados à interrupção das aulas presenciais foram muitos. Este processo gerou:

  • Diminuição da sociabilidade: as crianças reduziram bastante o convívio social, isso numa fase em que elas estavam começando a desenvolver habilidades socio emocionais.
  • Angústia e ansiedade: O medo e as incertezas fizeram parte da rotina de todos, durante um bom tempo. As crianças foram muito afetadas por estes sentimentos e, muitas vezes, não puderam expressá-los.
  • Quebra do progresso: A quebra da rotina influencia no progresso da criança e pode provocar até mesmo a regressão do aprendizado.
  • Sedentarismo: as atividades escolares que visavam melhorar a capacidade física e motora das crianças ficaram limitadas.

Tudo isso gerou muitos desafios, ou seja, professores precisaram se reinventar para que os impactos fossem minimizados e os alunos pudessem se desenvolver da melhor maneira possível neste período remoto.

Como minimizar os impactos negativos da paralisação do ensino presencial?

Muitos são os problemas que podem ser gerados pela paralisação do ensino presencial nas escolas, principalmente na educação. Mas sabemos que hoje em dia os recursos tecnológicos nos dão uma boa margem para criar novas possibilidades agregadoras. Com uma dose a mais de criatividade e as ferramentas certas na mão, os professores podem tornar este processo muito mais positivo para o desenvolvimento infantil!

O professor deve estar atento à:

  • Comunicação com os alunos e pais
  • Tempo médio de aula adequado
  • Quais recursos tecnológicos utilizar
  • Empatia e colaboração

Pensando nisso, separamos algumas dicas para você colocar em prática no ensino remoto com seus alunos!

1- Explore as possibilidades da cultura digital no desenvolvimento infantil

É muito importante que o professor pesquise ferramentas, aprenda a usar dispositivos eletrônicos e não tenha medo de inovar nas aulas online. Hoje em dia, existem muitos recursos que podem ser utilizados por crianças de diferentes idades, com o auxílio de um responsável. Você pode usar aplicativos, jogos online, e-books e salas interativas para trazer inovação e tornar o processo de aprendizagem mais prazeroso para os alunos.

2- Aproveite para desenvolver aspectos sociais na criança

A pandemia trouxe reflexões sobre assuntos muito relevantes a respeito do coletivo, das ações humanas e da cooperação. Além disso, este período ensinou muito sobre saúde, higiene e protocolos sanitários. Ou seja, é uma ótima oportunidade para promover o desenvolvimento infantil nesses aspectos. A criança pode aprender muito e desenvolver uma consciência crítica sobre questões relacionadas à responsabilidade coletiva e individual.

Nas aulas, o professor pode falar sobre: 

  • Importância do isolamento social
  • Desigualdades em meio à pandemia
  • Importância das vacinas e da ciência
  • Necessidade de ajudar o próximo

3- Aposte em Projetos Pedagógicos que promovem desenvolvimento infantil

Os projetos pedagógicos são ótimas ferramentas para o desenvolvimento infantil, principalmente os projetos que envolvem o incentivo ao letramento. Existem inúmeras formas de colocar isto em prática! O projeto SuperAutor,  por exemplo, é ótimo para quem quer incentivar o desenvolvimento da leitura e da escrita dos alunos. 

Para os estudantes que estão em processo de letramento, ele ajuda no desenvolvimento da alfabetização e incentiva o interesse pela leitura. Para os que já passaram dessa fase, o projeto auxilia no desenvolvimento da criatividade e da escrita e também promove um interesse maior pelo universo dos livros. Além disso, a escola não paga nada pelo projeto e pode utilizá-lo como complemento para as disciplinas. Imagina os alunos escrevendo livros sobre temas relacionados à ciência, história, ou artes… Incrível, não é mesmo?

E o resultado do projeto é visto no Super Evento de Autógrafos, realizado pela escola para que os alunos possam autografar os livros e receber o carinho e o prestígio da família!

Gostou deste conteúdo? Compartilhe com sua equipe escolar!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Quer ficar por dentro do nosso conteúdo?

Preencha os campos ao lado e assine a nossa newsletter



    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.