1 de fevereiro - 2021

Educar em casa: Saiba como a gamificação pode te ajudar

Educar uma criança não é fácil. Este processo envolve dedicação e acompanhamento constante dos pais, afinal, não basta apenas matricular a criança na escola. É necessário que os pais participem e ajudem a potencializar a educação escolar dos seus filhos. Por isso, educar em casa deve fazer parte da rotina familiar. 

Muitas vezes os pais têm dificuldades para educar em casa, por diversos motivos. Falta de instrução, espaço adequado para realizar atividades, falta de tempo e até mesmo informações sobre a importância destas ações em casa. Mas neste caso, todo esforço é bem-vindo. A literacia familiar, ou seja, o envolvimento dos pais na educação de seus filhos, principalmente ao educar em casa, ajuda muito no desenvolvimento infantil e proporciona benefícios incríveis para a educação da criança ao longo dos anos.

Educar em casa promove na criança:

  • Aumento das capacidades cognitivas
  • Melhora na Linguagem oral e Linguagem escrita
  • Maior motivação para a leitura e escrita
  • Aumento da Criatividade 
  • Conhecimento lexical e morfossintático
  • Consciência fonológica

Como melhorar o desenvolvimento da aprendizagem dos filhos?

Quando os pais decidem ajudar seus filhos e educar em casa, eles se deparam com alguns desafios. Por isso, é importante usar ferramentas para tornar este processo mais simples e proveitoso. Uma dessas ferramentas cada vez mais usadas por educadores é a gamificação. O uso de jogos com finalidades didáticas tem conquistado a atenção das crianças e, consequentemente, trazido muitos efeitos de aprendizagem.

Gamificação: O que é e qual sua importância?

O uso da gamificação nada mais é do que usar jogos e dinâmicas interativas para educar. Essas interações se diferenciam de jogos comuns por terem uma finalidade pedagógica e um objetivo de aprendizagem específicos.  A gamificação é uma ótima aliada para pais que buscam educar em casa, pois ajudam a despertar o interesse da criança para as atividades. 

Quando se trata de atividades educacionais em casa, o uso da ludicidade com a gamificação é essencial. Isso porque, na escola, a criança entende que está num ambiente voltado aos estudos, mas em casa, muitas vezes ela não quer se concentrar e estudar de forma tradicional. É bastante compreensível, afinal, é um momento diferente, onde ela busca relaxar. 

Projeto pedagógico em casa: Promova o letramento sem perder a qualidade

Por isso, use a gamificação ao educar em casa para:

  • Engajar seu filho
  • Criar maior interatividade com ele
  • Ter momentos descontraídos enquanto ensina
  • Trazer situações práticas a respeito dos conteúdos educacionais
  • Tornar o aprendizado mais prazeroso

Além disso, a gamificação é uma ótima ferramenta para educar em casa por estimular a concentração, aumentar o protagonismo e autonomia e favorecer a socialização. 

Educar em casa usando gamificação ajuda, também, no desenvolvimento de habilidades socioemocionais. Pode parecer que não, mas os games ensinam muito sobre socialização para as crianças. É nesses jogos que elas aprendem a dividir, cooperar, persistir, ser resiliente e focar em objetivos. Além disso, aprendem a ganhar e a perder e, isso é muito importante. 

Separamos 3 dicas para que o uso da gamificação seja eficaz e possa te ajudar a educar em casa!

1- Crie um sistema de conquistas 

É importante que a criança seja desafiada enquanto aprende por meio da gamificação. Então, não apenas crie jogos com objetivos de aprendizagem, mas crie estímulos para que a criança queira aprender cada vez mais. Você pode usar recompensas simples, mas simbólicas. A intenção é fazer com que a criança se engaje!

2- Deixe os objetivos de aprendizagem muito claros para a criança

É importante que a criança saiba o objetivo dos jogos para que não confunda com atividades de passatempo. Quando a criança entende o objetivo de aprendizagem, ela pode perceber sua própria evolução e se esforçar em busca dos resultados esperados. Assim, ela se sentirá muito mais protagonista de seu processo de aprendizagem. 

Educação domiciliar no Brasil: Como funciona esta prática?

3- Relaxe e divirta-se com o seu filho!

Não vale esquecer que este é o seu momento com o seu filho em casa. Por isso, não foque tanto no resultado e sim, foque no processo. Curta este momento e não o torne algo penoso para a criança. É importante que ela se sinta encorajada e acolhida para que educar em casa tenha muito mais resultados.

Gostou deste conteúdo? Continue lendo nosso blog!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Quer ficar por dentro do nosso conteúdo?

Preencha os campos ao lado e assine a nossa newsletter



    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.