Whatsapp (21) 99722-3393 | Telefone de contato (21) 2042-0483
30 de junho - 2022

Convivência Escolar: nenhum aluno é igual ao outro

Nos primeiros anos de vida da criança, depois da família, a escola é o local de maior desenvolvimento da sociabilidade, desenvolvimento proporcionado pela convivência escolar com colegas e professores, cada um com suas particularidades, com seus valores e formações diferentes. Nesse período, além de estudar e aprender, os pequenos desenvolvem suas formas de se expressar, negociar, brincar e muito mais!

Além disso, uma diferença importante da convivência escolar para o ambiente familiar é o exercício que se faz necessário: conviver com as diferenças. No núcleo familiar, são seguidas as mesmas regras e costumes, culturas e gostos. Enquanto isso, na escola, as crianças têm contato com outras, de idades diferentes, que estão sendo educadas de formas diversas e únicas.

Leia também: Inclusivismo: Saiba como reforçar o direito à educação inclusiva na escola!

O papel do educador na convivência escolar

O educador, além de transmitir o conhecimento das matérias tradicionais para seus alunos, tem o papel mediador nas novas relações que nascem da convivência diária em sala de aula.

Nesse processo, até mesmo movimentos mais simples são importantes, como por exemplo, quando a professora explica que é preciso levantar a mão e aguardar a vez de falar ou também quando é organizada uma fila para beber água.

Dividir o espaço e os materiais, desenvolver o apoio mútuo e a coletividade, entender que cada um terá seu momento de falar, lanchar, participar das aulas e brincar é a base que permite que os pequenos alunos estejam preparados para conviver bem nos espaços coletivos.

A seguir, serão apresentadas algumas dicas de atividades para integrar as crianças e mostrar que suas diferenças as tornam únicas:

Montar o Calendário de Aniversariantes da Turma

A atividade de montar juntos um calendário com os aniversários dos alunos é um ótimo momento para:

  • Aprender sobre os meses do ano;
  • Divisão do tempo em dias, anos, semanas, etc;
  • Falar sobre as estações e temperaturas diferentes;
  • Entender que cada um nasceu em um momento diferente.

Partindo do último tópico, é possível dialogar sobre como cada aluno nasceu em um dia diferente, de um mês e um ano específicos. E que, além disso, mesmo se houver dois alunos nascidos exatamente no mesmo dia do mesmo ano, eles têm isso em comum e mesmo assim são seres humanos únicos e distintos entre si. Esse tipo de compreensão auxilia muito na boa convivência escolar.


3 formas de estimular a sociabilidade na educação infantil

Roda de experimentação de frutas

A ideia é levar pequenos pedaços de frutas para sala e, em uma roda onde todos possam se comunicar, cada um experimentar um pedacinho do tamanho que quiser e da fruta que desejar. Nesse momento, será possível falar sobre:

  • As cores e nomes de cada fruta;
  • As diferenças de paladar;
  • Qual  sua fruta favorita;
  • Colegas que tenham a fruta preferida em comum.

Leituras de histórias que falem sobre respeitar as diferenças

A leitura compartilhada em sala de aula traz diversos benefícios para a convivência escolar, como estímulo da criatividade e imaginação, possibilidade de conhecer novos lugares, culturas, entre outros.

A literatura infantil voltada para o conhecimento e respeito das diferenças é bem ampla e é a ferramenta ideal para complementar as atividades realizadas na escola em prol da convivência e da diversidade. 

Além de ouvir as histórias, que tal produzi-las? 

No processo de alfabetização e letramento dos alunos, é muito interessante poder levar a eles temas do dia a dia que possam se fundir com o imaginário. Já pensou em ver seus alunos sendo autores dos próprios livros sobre o respeito às diferenças e de todos os outros temas que a imaginação permitir? O programa SuperAutor cria essa oportunidade única para as escolas e seus alunos!

Escrever o próprio livro com um tema específico irá auxiliar as crianças na fixação de suas vivências e aprendizados sobre ele, além de estimular a imaginação, a escrita criativa, maior entendimento do mundo à sua volta e enriquecer suas formas de expressão.

Conheça o programa que transforma alunos em autores de livros de verdade! 😉

Por Thayana Freitas

Comentários

      1. Que legal Sidineia! Continue acompanhando nosso blog, sempre temos novos artigos relacionados à Educação Infantil e Fundamental Anos Iniciais!

  1. Excelente e necessário artigo. Realmente, nós professores precisamos ler mais, nos prepararmos mais, para dá aos nossos alunos maior suporte no ensino aprendizagem.

  2. Achei muito interessante! Gostei Principalmente a parte da convivência com destaque para a disciplina dos alunos.

  3. Esse artigo muito maravilhoso, gostaria de alguma coisa sobre dificuldade de aprendizagem no fundamental, obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Quer ficar por dentro do nosso conteúdo?

Preencha os campos ao lado e assine a nossa newsletter



    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.