10 de janeiro - 2020

Educação criativa: Como promovê-la na escola

Os sistemas de ensino tradicionais são baseados em conceitos do passado e infelizmente tendem a ser anti-criativos, o modelo tradicional se baseia no aprendizado passivo, e não na busca pela aprendizagem e conhecimento partindo ativamente do aluno. Por isso, é muito comum perceber que a educação pouco se atenta para o desenvolvimento das habilidades cognitivas dos alunos. Consequentemente, isso é muito prejudicial para o desenvolvimento da criatividade, pois estimular a análise, a síntese, a avaliação e a produção de novas ideias é fundamental para obter uma educação criativa. 

Outro ponto importante que deve ser levado em consideração é a diferença entre transmitir informação e transmitir conhecimento. Quando transmitimos informações, estamos repassando um conteúdo solto, sem uma verdadeira aplicação e sem promover um entendimento efetivo daquilo que está sendo passado. 

Educação infantil: Saiba o que abrange esta área de ensino!

Já quando transmitimos conhecimentos, promovemos uma aplicação prática que gera um entendimento que marca a memória dos alunos para sempre. Portanto, vai muito além de memorizar conteúdos, promover uma educação criativa é transmitir conhecimentos que farão parte da vida dos alunos para sempre.

Porque promover uma educação criativa?

A educação criativa é uma proposta que vêm para mostrar aos alunos que eles são capazes, competentes e podem desenvolver qualquer habilidade, basta ter persistência e treino. Os educadores precisam entender que existem outros espaços onde a educação acontece, por isso, fugir do modo tradicional de dar aula e, principalmente, inovar em sala de aula é essencial. 

Assim, a criatividade é uma habilidade que deve ser estimulada ao longo da vida. Muitas pessoas acreditam que as pessoas nascem criativos ou não. Mas na realidade, todos nós nascemos criativos, o que precisamos é desenvolver e trabalhar esta habilidade para que ela se aprimore ainda mais.

A educação criativa é muito além de ter uma ideia genial para trazer um conteúdo de aula, ela envolve: 

  • Incentivar os alunos a serem autênticos
  • Estimular a produção de criações livres
  • Tratar as crianças como sujeitos
  • Deixar o saber circular
  • Usar interdisciplinaridade
  • Romper a fronteira das áreas

Quais são as bases fundamentais da educação criativa?

Auto-educação

Se autoeducar não quer dizer que a figura do professor seja algo descartável na escola. Na verdade, o professor tem um papel muito importante neste processo, que é o papel de acompanhar, observar, promover as condições necessárias para que o aluno tenha experiências empíricas e o professor deve estar ao lado dele para ajudar nas dificuldades. 

O que a auto-educação propõe é que o aluno aprenda com seus próprios erros e use a observação para entender onde suas experiências não deram certo, usando o senso crítico para resolver os desafios encontrados no caminho.

Sair da cultura de punição

Sem regras, sem pressão e sem limitações. A cultura da punição gera no aluno um enorme medo de errar e, consequentemente, de experimentar. Os alunos precisam se sentir à vontade para responder e oferecer suas ideias, sem que exista um padrão de ideia certa e ideia errada. Assim, o ambiente escolar será muito mais propício ao desenvolvimento de uma aula criativa!

Relacionamento

Seja o tipo de professor que deixe os alunos a vontade para conversar e expor suas ideias. Uma boa relação de comunicação entre aluno e professor estimula uma base sólida de confiança, que faz com que o aluno se sinta preparado para dar ideias e ser criativo em sala de aula. Sabemos que a aula é feita não só pelo professor, mas pela troca que ele estabelece com os alunos. Então não adianta o professor elaborar uma aula super criativa e não receber um retorno dos aluno a respeito deste método. 

Quais são os benefícios de seguir uma educação criativa?

  • Moderniza o espaço escolar
  • Promove uma aprendizagem divertida/criativa
  • Ajuda a sair da rotina escolar
  • Engaja os alunos e professores
  • Promove a curiosidade dos alunos

Educação infantil: 5 dicas para melhorar o desempenho como professor

Como promover uma educação criativa?

Trazer inovação e experiência para a sala de aula é muito importante não só para o professor, mas para o aluno, que se torna mais criativo neste ambiente propício à criação. É essencial que o professor crie este ambiente e, ele promove isso quando ama sua aula, domina o conhecimento que está sendo passado, testa novas ferramentas e faz novas abordagens. 

Por isso, estabeleça 3 regras básicas para sua sala de aula: 

  1. Somos capazes
  2. Vamos tentar até conseguir
  3. Vamos dar o nosso melhor possível

Estas pequenas atitudes irão te ajudar a abrir espaços para reflexões, melhorar a qualidade do relacionamento que você tem com os alunos e consequentemente, encorajá-los a serem criativos. 

Você pode tornar sua aula mais criativa usando:

  • Fantoches
  • Trabalhos teatrais
  • Gamificação
  • Trabalhos manuais
  • Música e dança
  • Filmes e documentários
  • Rodas de debates
  • Rodas de leitura dinâmica

Outro ponto importante é o entusiasmo do professor. Os alunos são muito mais encorajados quando o professor é entusiasmado e interessado pela aula que está dando. Então, para ser interessante, seja interessado, assim como, para ter o entusiasmo dos alunos, seja entusiasmado!

Gostou deste artigo? Comece agora a promover uma educação criativa na sua escola!

Por: Amanda Guimarães

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Quer ficar por dentro do nosso conteúdo?

Preencha os campos ao lado e assine a nossa newsletter



    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.