21 de junho - 2021

As profissões do futuro: Saiba como preparar seu filho para elas!

O mercado de trabalho não é o mesmo que nós conhecíamos há 20 anos atrás. Muita coisa mudou, a tecnologia teve avanços surpreendentes e a forma como as empresas lidaram com tudo isso trouxe uma nova dinâmica de trabalho que impacta a vida das pessoas. Além disso, muitas das necessidades da sociedade atual demandaram o surgimento de novos serviços e, consequentemente, novas profissões.

As profissões do futuro vieram acompanhadas de jornadas de trabalho mais flexíveis, maior atenção às questões de segurança e bem estar dos colaboradores e simplificação de processos. Com a crise do novo coronavírus, a necessidade de ser digital e a possibilidade de trabalhar de forma remota, mostrou a todos que as profissões do futuro vieram para ficar. 

Neste artigo, você vai saber quais são as principais áreas que envolvem as profissões do futuro e entenderá como é possível preparar seu filho para esta realidade. 

Principais características das profissões do futuro

As profissões do futuro não estão inseridas apenas nas áreas tecnológicas, como muitos imaginam. O futuro profissional engloba habilidades técnicas e digitais, com habilidades socioemocionais. O bom profissional do futuro deve estar preparado para lidar com máquinas e pessoas de forma assertiva. Por isso, as profissões do futuro tem como característica:

  • Processos virtuais e tecnológicos: Toda profissão do futuro conta com o uso da internet ou de tecnologias digitais. A tecnologia está presente em tudo e, com ela, surgiram desde profissões como Influenciadores digitais, até profissões relacionadas a tecnologia, como gerenciadores de dados, etc.
  • Necessidade de soft skills: As soft skills são as habilidades de gestão de pessoas e emoções. Todo profissional do futuro precisa aperfeiçoar capacidades humanas de liderança, adaptabilidade e proatividade.
  • Trabalho em equipe: Mesmo que as profissões do futuro sejam cheias de processos virtuais, o trabalho em equipe ainda será fundamental para o sucesso de qualquer empresa.
  • Foco na experiência: Cada vez mais, empresas e serviços estão se preocupando com a experiência gerada no consumidor. Por isso, é importante ser um profissional capaz de inovar, surpreender e solucionar problemas da melhor maneira possível. 

Entenda melhor sobre este assunto, no vídeo abaixo!

Como preparar seu filho para as profissões do futuro?

Muitas das características das profissões do futuro não são novidade, mas a realidade é que várias dessas habilidades não são naturais do ser humano e, não são ensinadas nas escolas. É papel da família promover e incentivar o desenvolvimento dessas capacidades no dia a dia da criança. 

Crianças orientadas a desenvolver habilidades tecnológicas, sociais, comunicacionais e comportamentais, serão ótimas profissionais do futuro. Por isso, prepare seu filho desde já. Separamos 3 ações práticas que poderão te ajudar nesta missão.

1- Promova literacia digital

É necessário que se promova a literacia digital em casa desde cedo. Não se trata apenas de ensinar a mexer em aparelhos eletrônicos e em redes sociais. Promover a literacia digital, além de ensinar tudo isso, deve ter o foco principal no ensino crítico a respeito do mundo digital. 

Saiba como usar a literacia digital para otimizar o processo de ensino

Uma criança que tem a literacia digital desenvolvida, aprende não só a mexer nos dispositivos eletrônicos e usar a internet, mas a aproveitar isso da melhor forma possível. Por isso, os 4 princípios da literacia digital são:

  1. Compreensão
  2. Interdependência
  3. Sociabilidade
  4. Seleção de informação

Dessa forma, ajude seu filho a compreender melhor o funcionamento do mundo digital, promovendo o contato com a tecnologia e incentivando o pensamento crítico.

2- Incentive a educação socioemocional

A educação socioemocional é um conjunto de práticas que tem como objetivo tornar os indivíduos, já na infância, aptos a desenvolver seu quociente emocional (QE). Isso tem a ver com a inteligência emocional necessária para o ser humano conviver em sociedade e saber lidar com as demandas, frustrações, emoções, conquistas e expectativas do dia a dia da melhor forma. 

É por meio desta capacitação que as crianças aprendem a lidar não só com suas próprias emoções, mas com as emoções dos outros também. Além disso, um indivíduo que recebe uma educação socioemocional desde a infância, tem uma maior facilidade em desenvolver relacionamentos saudáveis, trabalhar em grupo, ter autoliderança, falar em público, dentre outras habilidades importantíssimas para as profissões do futuro. 

Como promover a educação socioemocional em casa?

  • Impulsione o autoconhecimento
  • Incentive a autonomia da criança
  • Tenha autocontrole com a criança
  • Dê o exemplo e se expresse melhor
  • Seja empático com as situações ao seu redor

Educação socioemocional: como lidar com crianças ansiosas

3- Trabalhe a comunicação assertiva

Uma boa maneira de trabalhar a comunicação assertiva em casa é incentivando a criança a registrar suas experiências cotidianas. Quando registramos nossos pensamentos de forma escrita, fica mais fácil elaborar nossa comunicação e treiná-la para que se torne cada vez mais eficaz.

Falar sobre sentimentos e acontecimentos reais é um exercício muito legal e desafiador para o desenvolvimento. Por isso, incentivar esta prática é essencial para que as crianças aprendam cada vez mais a se comunicar melhor e de forma assertiva!

Leia também: Escrita: Saiba como melhorar a habilidade de comunicação das crianças

Gostou deste conteúdo? Compartilhe com mais um membro da família e comece a colocar as dicas em prática!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Quer ficar por dentro do nosso conteúdo?

Preencha os campos ao lado e assine a nossa newsletter



    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.