29 de outubro - 2020

Saiba como desenvolver a criatividade dos alunos em 4 passos

A infância é o momento mais propício para que um indivíduo possa desenvolver a criatividade. É na escola onde a criança tem um maior contato com o mundo ao redor, com as diferenças e desafios diários. Por isso, é ali que ela recebe os melhores estímulos para desenvolver a criatividade e, os professores precisam aproveitar isso da melhor forma. 

Mas ainda que esta habilidade não seja desenvolvida nos primeiros anos de vida, qualquer pessoa pode estimular e desenvolver a criatividade em qualquer fase da vida. Isso porque a criatividade não é um dom nato, muito menos uma habilidade com prazo de validade para começar a ser desenvolvida. Por meio de estímulos específicos, é possível ter muitos resultados positivos e ser uma pessoa cada vez mais criativa.

Desenvolver a criatividade gera muitos benefícios, como:

  • Aumento do bem-estar
  • Melhora na comunicação
  • Desenvolvimento da autonomia
  • Aumento da capacidade de resolução de problemas
  • Desenvolvimento da liberdade de expressão 

Dessa forma, é importante deixar que os alunos se sintam livres para criar com originalidade. Para isso, o ambiente escolar precisa se adaptar e se reinventar, para que eles se sintam cada vez mais encorajados a desenvolver a criatividade. 

Como criar um ambiente acolhedor para desenvolver a criatividade?

O ambiente escolar é marcado por alguns padrões de comportamento que tornam o sistema educacional muitas vezes engessado. São muitas avaliações, cobranças e metas a cumprir, que fazem com que a escola fique atarefada demais para abrir espaço para uma troca mais simples com os alunos. Isso afeta muito o desenvolvimento da criatividade dos alunos e, o papel do professor é tornar este processo mais dinâmico. 

É importante que a escola e os professores:

  • Invistam na educação artística
  • Promovam passeios culturais
  • Ofereçam recursos tecnológicos
  • Estimulem o desenvolvimento de ideias
  • Incitem a curiosidade

Ou seja, é importante tornar o ambiente escolar mais aberto à novas ideias e propostas pedagógicas. Por isso, separamos 4 passos para que você possa desenvolver a criatividade dos alunos na escola, de forma natural.

1- Faça reuniões de Brainstorm com os alunos

Pode parecer que não, mas boa parte do desinteresse dos alunos em relação à escola vem da falta de participação na construção do processo de ensino-aprendizagem. Quando a escola promove o interesse dos alunos, consequentemente promove a criatividade em sala de aula. 

Por isso, é importante que os alunos sejam consultados a respeito do que gostariam de aprender de forma extracurricular e, principalmente, qual abordagem seria mais interessante para eles quando se trata do plano de aula pré-estabelecido.

Dessa forma, crie reuniões informais com os alunos para:

  • Ouvir suas ideias
  • Criar um ambiente de troca
  • Propor novas abordagens pedagógicas
  • Criar votações de ideias
  • Deixar a criatividade fluir

2- Mude o ambiente de aula sempre que necessário

A escola, como já falamos, é um ambiente que pode engessar os alunos e colocar as ideias em caixinhas. A missão é abrir estas caixinhas, proporcionando um contato dos alunos com um ambiente diferente, sempre que possível. Ou seja, uma turma de alunos pode explorar o pátio da escola, a quadra de esportes, o refeitório etc, sem precisar sair da escola para mudar de ares. 

Além disso, é possível promover aulas externas em ambientes que impulsionam a criatividade, como:

  • Museus
  • Parques
  • Hortos florestais
  • Praças
  • Teatros
  • Bibliotecas

3- Incentive os alunos a preparar apresentações para as aulas 

Uma boa forma de desenvolver a criatividade é dando autonomia aos alunos. A criatividade se dá quando a curiosidade e o desafio são estimulados. Por isso, desafie seus alunos a fazerem pesquisas sobre os temas de aula, para apresentar uma mini aula para os colegas em sala de aula. Isso será muito interessante, pois cada aluno terá uma forma própria de trazer o conteúdo, o que possibilitará desenvolver a criatividade da turma como um todo. 

4- Promova o interesse pela leitura e escrita 

Você já ouviu falar sobre o projeto SuperAutor? Ele é uma ótima ferramenta para quem quer incentivar a leitura e a escrita dos alunos. Para os estudantes que estão em processo de letramento, ele ajuda no desenvolvimento da alfabetização e incentiva o interesse pela leitura. Para os que já passaram dessa fase, o projeto auxilia no desenvolvimento da criatividade e da escrita e também promove um interesse maior pelo universo dos livros. 

Além disso, a escola não paga nada pelo projeto e pode utilizá-lo como complemento para as disciplinas. Imagina os alunos escrevendo livros sobre temas relacionados à ciência, história, ou artes… Incrível, não é mesmo? E o resultado do projeto é visto no Super Evento de Autógrafos, realizado pela escola para que os alunos possam autografar os livros e receber o carinho e o prestígio da família!