21 de julho - 2021

Protagonismo infantil previsto pela BNCC: 3 formas de colocar em prática!

O protagonismo infantil é muito importante para o desenvolvimento infantil, afinal, não é à toa que a palavra “protagonista” aparece 55 vezes na Base Nacional Comum Curricular. É fundamental entender as necessidades de aprendizagem dos alunos. Também é essencial compreender que, mesmo que se tenha um plano de aula pronto, é necessário buscar práticas que sejam significativas e que façam sentido para as crianças.

Leia também: Gestão escolar alinhada à BNCC: Saiba como realizar!

Por isso, precisamos nos atentar aos aspectos vivenciais, práticos, culturais e familiares que são parte do cotidiano dos alunos. Além disso, para que o protagonismo infantil seja aplicado em sala de aula, é essencial que o professor abra mão do controle. Isso não significa deixar os alunos fazerem só o que querem, mas significa entender que a prática pedagógica em sala de aula deve estar aberta a transformações de percurso.

Qual é o papel do professor no desenvolvimento do protagonismo infantil?

  • Não seguir um roteiro inflexível;
  • Observar o aluno e colocá-lo no centro do processo;
  • Ver o aluno de forma individualizada;
  • Oferecer os recursos necessários;
  • Promover qualidade das experiências empíricas.

Quais são os benefícios do protagonismo infantil para a escola?

Uma educação voltada para o protagonismo na escola traz inúmeros benefícios à criança. Incentivar o protagonismo infantil promove na criança um maior senso de responsabilidade, afinal, com a possibilidade de escolha na mão, a criança precisa refletir e analisar muito mais antes de agir. 

Leia também: Protagonismo infantil: Saiba a importância e como desenvolver

O protagonismo infantil beneficia a criança desenvolvendo o autoconhecimento, promovendo senso de cidadania e pertencimento à sociedade, criando proatividade para resoluções de problemas e melhorando competências socioemocionais. Além disso, os benefícios do protagonismo infantil se estendem à escola. 

Alunos protagonistas geram:

  • Engajamento escolar;
  • Envolvimento e encantamento dos pais;
  • Mídia espontânea;
  • Credibilidade e referência.

Para te ajudar a promover protagonismo infantil na sua escola, separamos 3 maneiras simples e eficazes de tornar seus alunos protagonistas no processo de ensino.

1- Torne seus alunos monitores das aulas

Esse é um hábito muito comum nos ensinos médio e superior, mas, o que muitos educadores não sabem é que apostar em programas de monitoria na educação infantil pode ser muito produtivo. Os alunos podem compartilhar o que aprenderam com os colegas e, dessa forma, assimilar melhor o que foi aprendido. Além disso, o professor promove senso de capacidade, protagonismo e responsabilidade social nos alunos.

2- Aposte em feiras artísticas na escola

O protagonismo infantil, como o próprio nome já diz, não quer dizer apenas permitir que os alunos tenham mais autonomia. É importante promover autoestima por meio de ações pedagógicas que colocam o aluno como protagonista de verdade. Uma maneira muito eficaz de colocar isso em prática é usar a arte. 

Os alunos podem ter habilidades artísticas surpreendentes que estão escondidas. Por isso, incentive o protagonismo infantil promovendo feiras artísticas para que os alunos possam apresentar seus números e receber o prestígio dos colegas.

3- Transforme seus alunos em autores de livros de verdade

Para aumentar o protagonismo infantil e a autonomia dos alunos, nada melhor do que transformar seus alunos em autores de suas próprias histórias. Você pode criar um projeto na sua escola com o intuito de fazer com que cada aluno escreva seu próprio livro ou ir em busca de projetos pedagógicos que auxiliem neste processo. Existem inúmeras formas de colocar isto em prática! 

O projeto SuperAutor,  por exemplo, é uma ótima ferramenta para quem quer incentivar a leitura e a escrita dos alunos. Para os estudantes que estão em processo de letramento, ao criar o próprio livro ilustrado, o projeto ajuda no desenvolvimento da alfabetização e incentiva o interesse pela leitura. Para os que já passaram dessa fase, ele auxilia no desenvolvimento da criatividade e da escrita e também promove um interesse maior pelo universo dos livros. 

Além disso, a escola não paga nada pelo projeto e pode utilizá-lo como complemento para as disciplinas. Imagina os alunos escrevendo livros sobre temas relacionados à ciência, história, ou artes… Incrível, não é mesmo? Veja o resultado do livro impresso!

E o resultado do projeto é visto no Super Evento de Autógrafos, realizado pela escola para que os alunos possam autografar os livros e receber o carinho e o prestígio da família!

E aí, este artigo te ajudou de alguma forma? Compartilhe com um amigo educador!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Quer ficar por dentro do nosso conteúdo?

Preencha os campos ao lado e assine a nossa newsletter



    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.