12 de fevereiro - 2020

Projeto pedagógico: Como usar para engajar os pais dos alunos

O engajamento familiar é essencial para o desenvolvimento de toda criança, principalmente quando se trata de educação escolar. Os pais precisam ser participativos, cientes das demandas que os filhos estão tendo e dispostos a ajudar e colaborar da melhor forma possível neste processo de aprendizagem, novas experiências e adaptações. 

Pais engajados na rotina escolar de seus filhos cumprem seu papel de forma eficaz. Educar um filho não é apenas matriculá-lo numa escola regular, mas sim, estar envolvido em todos os momentos de sua vida. Isso envolve estar atento a rotina escolar, criar um relacionamento de diálogo constante com professores, diretores e coordenadores, ouvir a criança e orientá-la e ajudar nas tarefas escolares para casa.

Ou seja, um pai engajado deve ter em mente que a educação é uma tarefa conjunta que conta com o empenho da escola, da família e do aluno. Sem a colaboração de uma dessas partes envolvidas, este processo tem o andamento prejudicado, gerando malefícios que afetam principalmente o aluno, a parte mais interessada. 

O engajamento familiar na escola gera: 

  • Melhora da comunicação na comunidade escolar
  • Aumento do rendimento escolar do aluno
  • Crescimento do vínculo entre pais e filhos
  • Maior interesse dos alunos pelos conteúdos passados em aula

Como já vimos, a escola precisa pensar formas de engajar cada vez mais os pais nas atividades escolares. Por isso, tenha encontros periódicos com os pais na escola, organize eventos que envolvam a participação das famílias, incentive a realização de atividades para casa e seja estratégico ao se comunicar com os pais. 

O Projeto pedagógico como estratégia de engajamento familiar na escola

Os projetos pedagógicos são atividades que buscam integrar toda a comunidade escolar num único objetivo pedagógico. Eles devem ser coerentes com o projeto político pedagógico (PPP) da escola, que é um documento que mostra as diretrizes educacionais que a escola seguirá, suas metodologias e formas de ensino. 

Para que ele sirva como uma ferramenta de engajamento familiar na escola, o projeto precisa ter um objetivo claro e ser a resposta de alguma questão que as famílias buscam solucionar com a ajuda da escola, como por exemplo o interesse da criança pela leitura. Sabemos que todo pai quer ver o filho lendo mais, estudando mais e se interessando pela escrita e pela leitura. Dessa forma, uma boa maneira começar a implementar projetos pedagógicos na escola é ter como objetivo solucionar problemas como estes. 

Sendo assim, um bom projeto pedagógico deve:

  • Complementar as ações metodológicas do PPP
  • Potencializar as habilidades dos alunos
  • Agregar as famílias na sua execução 
  • Motivar os alunos
  • Trazer inovação para a sala de aula
  • Promover atividades extra-classe

Projeto SuperAutor

Você já ouviu falar sobre o projeto SuperAutor? Ele é uma ótima ferramenta para quem quer incentivar a leitura e a escrita dos alunos. Para os estudantes que estão em processo de letramento, ele ajuda no desenvolvimento da alfabetização e incentiva o interesse pela leitura. Para os que já passaram dessa fase, o projeto auxilia no desenvolvimento da criatividade e da escrita e também promove um interesse maior pelo universo dos livros. 

Além disso, a escola não paga nada pelo projeto e pode utilizá-lo como complemento para as disciplinas. Imagina os alunos escrevendo livros sobre temas relacionados à ciência, história, ou artes… Incrível, não é mesmo? E o resultado do projeto é visto no Super Evento de Autógrafos, realizado pela escola para que os alunos possam autografar os livros e receber o carinho e o prestígio da família! 

E aí, gostou das dicas? Compartilhe este conteúdo com alguém apaixonado pela educação!

Por: Amanda Guimarães