Whatsapp (21) 99722-3393 | Telefone de contato (21) 2042-0483
4 de maio - 2022

Como desenvolver competências socioemocionais na educação infantil

As crianças pequenas respondem e processam experiências emocionais e eventos traumáticos de maneiras muito diferentes dos adultos ou até mesmo das crianças mais velhas. Quem convive com crianças menores sabe o quanto pode ser complicado para elas lidar com a frustração, controlar crises de raiva ou mesmo conter a euforia em certas situações. Por isso, falar sobre desenvolvimento socioemocional na Educação Infantil requer favorecer espaços de fala e de escuta que permitam às crianças conhecer seus sentimentos e emoções, bem como aprender a reconhecê-los nas pessoas a sua volta.

A instituição de ensino é um importante espaço de aprendizagem e socialização para as crianças, onde mais aprendem a desenvolver as competências socioemocionais. As emoções interferem na aprendizagem e no desenvolvimento infantil. Ensiná-las a processar informações, desenvolver senso crítico, tomar decisões e a lidar com as emoções, é promover o desenvolvimento de competências socioemocionais. As competências socioemocionais presentes na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) servem como guia para o processo de aprendizagem na educação infantil, em relação às habilidades e atitudes essenciais para a vida em sociedade. Aprender a controlar as emoções desde pequeno ajuda as crianças a se tornarem adultos com capacidade de interagir socialmente e tomar decisões que sejam assertivas.

Ofereça atividades nas quais as crianças tenham oportunidades de desenvolver e usar sua inteligência emocional. O objetivo é que, ao ter esse pilar de desenvolvimento socioemocional para seus alunos, as escolas possam atentar para as crianças de forma integral, promovendo também habilidades como comunicação, colaboração, perseverança e pensamento críticos, dentre outras. 

No ambiente escolar, o aluno deve manter e reforçar o clima de respeito e de ajuda mútua, além de valorizar a importância do controle das emoções, da comunicação clara e respeitosa e do balanceamento entre os objetivos e as metas pessoais e do grupo. Situações de debate, troca de ideias e discussões mediadas são importantes. 

A aposta no desenvolvimento dessas habilidades é importante para a formação das novas gerações e pode trazer mudanças necessárias e fundamentais socialmente. Fazer a diferença é o grande desafio dos educadores nas escolas, propiciando a interação e gerando as conexões necessárias entre os alunos. Aposte em soluções criativas e favoreça o protagonismo infantil. 

Se você gostou desse artigo, compartilhe este artigo em suas redes sociais e envie para outros profissionais!

Comentários

  1. Muito legal e útil, pois as crianças precisam adquirir resiliência e para isso, precisam ser educadas emocionalmente. A sala de aula é um pequeno mundo, onde ocorre conflitos e momentos de satisfações. Essas atividades sugeridas irão reforçar o equilíbrio emocional das crianças. Parabéns a equipe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Quer ficar por dentro do nosso conteúdo?

Preencha os campos ao lado e assine a nossa newsletter



    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.