Whatsapp (21) 99722-3393 | Telefone de contato (21) 2042-0483
10 de junho - 2022

Analfabetismo Funcional no Brasil: como vencer esse desafio com a SuperAutor!

Por Carine Pinto

O Analfabetismo Funcional é um dos grandes desafios a serem vencidos pela educação no Brasil. É considerado um analfabeto funcional a pessoa que reconhece os símbolos do alfabeto e alfanuméricos, mas que não consegue processar o conteúdo, realizar a compreensão textual, assim como não consegue executar operações matemáticas simples.

Esse grande desafio precisa ser combatido em duas frentes: a educação continuada de jovens e adultos que se enquadram nessa categoria e a melhora na Educação Infantil e Fundamental Anos Iniciais, evitando que os alunos dessa faixa etária hoje se tornem analfabetos funcionais no futuro. Neste artigo, vamos apresentar um programa que auxilia profissionais da educação e escolas em todo Brasil com as crianças.

Questionamentos: como ir além da apresentação dos símbolos?

Como trazer sentido, apropriação e identidade na escrita para a sala de aula? Será que apenas apresentar a criança ao objeto livro, fazê-la ver os símbolos, as levará a entender o universo das letras? Será que iniciarmos a escrita por cópias das letras soltas é o melhor caminho? Ou ainda levar a criança a um espaço enorme cheio de livros a fará entender ou desejar ler e escrever?

Vamos pensar juntos sobre isso!

Não faria muito mais sentido se ela tivesse apropriação real daquele objeto ao desenvolver um? Essa é a proposta do programa SuperAutor! Materializar o processo de compreensão dos símbolos em sentenças, lógicas, em uma história coesa e conectada.

O SuperAutor aplicado em sala de aula tira o aluno da posição de receptáculo do conhecimento e o coloca numa posição de protagonista do próprio aprendizado. Afinal, para concluir seu próprio livro, ele precisará desenvolver uma história, a partir de suas experiências e conhecimentos adquiridos previamente, precisará, verdadeiramente, decodificar os símbolos alfanuméricos.

O programa SuperAutor faz com que a criança entenda que a sua história e fala estão representadas por detrás de um livro! Faz perceber que esses símbolos organizados constroem o que ela falou audivelmente. Faz com que a criança compreenda que aquele objeto tem o registro de sua fala/história. E quem manusear o objeto e souber ler esses símbolos saberá o que ela disse. Com isso, a criança terá maior identificação com a escrita e leitura! O letramento será mais efetivo! E o uso das letras não será por cópias. Pois, foi estimulada a um interesse em se expressar pela escrita e ler o que outros podem lhe dizer! Rompendo assim com o analfabetismo funcional!

Comentários

    1. Excelente !
      Parabéns por esse trabalho tão significativo.
      Meu TCC teve o tema relacionado a Aprendizagem Significativa teoria de David Ausubel Sempre me incomodou a maneira como o Sistema Educacional Brasileiro está organizado e como as metodologias aplicadas em salas de aulas ” sempre mais do mesmo” contribuem com uma aprendizagem mecânica, o que vocês intitulam sabiamente de Analfabetismo Funcional.
      Parabéns pelo Artigo😍

  1. O SuperAutor ,aplicado em sala de aula tirando o aluno da posição de receptáculo do conhecimento e o coloca numa posição de protagonista do próprio aprendizado.

  2. Hoje não estar sendo fácil se um professor alfabetizador nossos alunos estão com muitas dificuldades de aprendizagem

  3. É de suma importância aplicar esses métodos com crianças em seu período de desenvolvimento cognitivos,para que os mesmo saibam o que produzem em sala de aula e em qualquer lugar.

  4. E preciso muitos estudos e dedicação dos professores para que possamos sanar essa tão preocupante situação de analfabetismo que encontramos nossos alunos por isso precisamos está em busca de conhecimento.

  5. O Analfabetismo funcional é uma grande preocupação dos educadores, e, conseguir romper com essa situação será muito gratificante. Por isso estamos ansiosos para iniciar o Programa Super Autor, pois será um incentivo a mais na nossa escola para envolver os estudantes no processo de leitura e escrita. Fazendo com que cada aluno seja protagonista de sua história.

  6. Super importante está antenado nestes questionamentos, passos essenciais para a mudança de uma transformação social verdadeiramente efetiva.

  7. Em alguns casos, o termo analfabetismo funcional foi utilizado também para designar um meio termo entre o analfabetismo absoluto e o domínio pleno e versátil da leitura e da escrita, ou um nível de habilidades restrito às tarefas mais rudimentares referentes à “sobrevivência” nas sociedades industriais.

  8. Artigo bem esclarecedor. Tomada de consciência da realidade e o que podemos fazer para amenizar esse quadro de analfabetismo funcional , que politicas publicas podem ajudar esse quadro com tamanha desigualdades…

  9. Devido vários fatores, nossos alunos possuem grandes dificuldade de aprendizagem . E em grande maioria das escolas públicas não há recursos humanos e matériais físicos disponível que venha contribuir na aprendizagem desses alunos.

  10. Nossos alunos estão com muitas dificuldades, não conservam o que aprendem,perdemos muito tempo retomando todos os dias a mesma coisa.

  11. OLÁ! EU ESTUDO HÁ ALGUNS ANOS A EUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, E HOJE COM TODO O AVANÇO TECNOLÓGICO: ESCREVER E LÊ FICOU AINDA MIAS COMPLEXO DEVIDO A FACILIDADE DAS REDES SOCIAIS, AS PESSOAS SE COMUNICAM E INTERAGEM COM O MUNDO ATRAS´RS DAS REDE SOCIAIS, NÃO QUEREM E NEM ENCONTRAM MAIS LIVROS, ASSIM O TRABALHO DE EDUCAR OS JOVENS E ADULTOS DA FORMA CONVENCIONAL NÃO FUNCIONA MAIS. PRECISAMOS REVER METODOLOGIAS, CONTEÚDOS SIGNIFICATIVOS, PRÁTICA DE ENISNO , MUDAR A NOSSA VISÃO DE MUNDO!

  12. Conteúdo muito importante, o professor precisa se apropriar desses conhecimentos científicos para aplicar em sala de aula.

  13. A dinâmica da leitura e o professor qualificado são muito importantes pra esse processo na vida da criança…. Tem que incentivar a leitura a escrita de forma que a criança queira aprender, acredito na dinâmica bem elaborada pelo profissional.

  14. Muito interessante eu estou terminando meu curso de pedagogia e estou muito insegura com medo de não saber dá explicação para os alunos e quero aprender sempre para saber passar ótimos conteúdos para os alunos e vê que eles estão entendendo simulando o que está sendo ensinado.

  15. Excelente abordagem. Concordo que essa urgência em repensarmos nossa prática pedagógica desde a Educação infantil, irá fazer uma diferença significativa no processo da leitura e escrita. Num processo em que os nossos alunos se construirão de fato PROTAGONISTAS, saindo desse lugar de “analfabeto funcional”. Parabéns pelo artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Quer ficar por dentro do nosso conteúdo?

Preencha os campos ao lado e assine a nossa newsletter



    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.