Whatsapp (21) 99722-3393 | Telefone de contato (21) 2042-0483
2 de fevereiro - 2022

Letramento com quadrinhos: como utilizar imagens para letrar

O letramento infantil abrange inúmeras áreas do conhecimento. Letrar não é apenas ensinar a criança a decodificar códigos linguísticos, mas sim, prepará-la para as demandas sociais. Uma dessas demandas sociais é a capacidade de interpretar e utilizar imagens para expressar ideias e comunicar algo a outras pessoas.

As imagens são um suporte muito relevante para o desenvolvimento do letramento infantil. A partir delas, os alunos podem expandir horizontes e desenvolver diversas habilidades cognitivas. Uma mídia muito interessante que contribui para a promoção do letramento com o uso de imagens é o quadrinho. 

No dia 30 de janeiro é comemorado o dia nacional do quadrinho. A escolha desta data veio da primeira publicação de história em quadrinho no Brasil, chamada “As aventuras de Nhô-Quim ou Impressões de uma viagem à Corte”. Escrita pelo cartunista Angelo Agostini e publicada no dia 30 de janeiro de 1869, esta obra marcou e revolucionou a forma como as pessoas compreendem texto e imagem.

Neste artigo, vamos entender como esta mídia se desenvolveu ao longo dos anos e como ela pode ser usada para potencializar o letramento infantil!

O letramento a partir das imagens: Como se dá esta construção?

A imagem, ainda hoje, está imersa em uma cultura logocêntrica, ou seja,  onde a comunicação escrita e falada é mais valorizada em detrimento às outras formas de comunicação. No meio deste cenário, podemos encontrar muitas oportunidades de expansão de habilidades de comunicação por meio do uso das imagens no letramento infantil.

As histórias em quadrinhos vão desde histórias longas até tirinhas mais curtas, que vemos nos jornais e revistas. Ou seja, esta mídia tem uma estrutura mínima de mais de uma imagem, desde que exista uma ligação entre elas. Dessa forma, podemos perceber que o uso de imagens na comunicação e na contação de histórias acontece desde a pré história.

Os homens das cavernas já usavam sequências de imagens para comunicar e este tipo de comunicação perdurou até os dias de hoje, se aprimorando cada vez mais. O uso de imagens na comunicação se popularizou bastante a partir das histórias de super-heróis, gerando um verdadeiro clube de fãs que mantém esta mídia viva. 

Hoje, existe um número crescente de dispositivos feitos a partir de imagens e que fazem parte do nosso cotidiano. Para lidar com cada um deles, é necessário criar uma maior familiaridade com as imagens para entendê-las nos diversos contextos em que se inserem.

A familiaridade com as imagens promove:

  • Maior raciocínio lógico;
  • Formas de pensamento potencializadas;
  • Aumento da criatividade para encontrar soluções.

Como utilizar imagens e histórias em quadrinhos para promover letramento?

A transmissão de conteúdo por meio dos quadrinhos é um dos passos mais simples e funcionais para professores que buscam inserir esta mídia em sala de aula. Para isso, não é necessário ser um professor especialista neste assunto. 

O professor pode utilizar livros, revistas, cartilhas, tiras e outros formatos de mídia em quadrinhos que tenham um conteúdo relacionado ao que está sendo proposto no currículo escolar. Assim, já se consegue expandir a visão dos alunos e inovar no processo de ensino. 

Veja alguns exemplos de livros que podem ser utilizados neste sentido:

  • “Olha lá o Brasil! E finalmente Portugal nos descobriu”- Júlio José Chiavenatto e Miguel Paiva
  • “Sapiens” (Edição em quadrinhos): O nascimento da humanidade- Yuval Noah Harari 

Além disso, o professor pode fazer:

  • Análise e interpretação de quadrinhos;
  • Artes e construção de narrativas ilustradas;
  • Análise e comparação de formatos narrativos;
  • Produção de quadrinhos pelos alunos;
  • Jogos com quadrinhos.

Jogos com quadrinhos: Use a gamificação a seu favor!

Entrevistamos o Professor Aristides, Mestre em Comunicação pela UFRJ, para nos ajudar a entender de que forma podemos trabalhar os quadrinhos em sala de aula. Confira as dicas de gamificação com quadrinhos no vídeo com a entrevista abaixo!

O Projeto SuperAutor é uma ótima alternativa para educadores que buscam trabalhar texto e imagem em sala de aula, desenvolvendo um letramento mais completo. Neste projeto, seus alunos poderão escrever e ilustrar suas próprias histórias em quadrinhos, que serão transformadas em livros de verdade. Saiba mais!

E aí, curtiu estas ideias? Compartilhe com sua equipe!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Quer ficar por dentro do nosso conteúdo?

Preencha os campos ao lado e assine a nossa newsletter



    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.